Navegar no barco do ecumenismo e acolher o barco dos refugiados e refugiadas.

POSTADO EM 01 de Junho de 2018

Image title

Por Pe. José Antonio Boareto

O Conselho Mundial de Igrejas e o Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos convidaram as igrejas cristãs a orar pela unidade cristã como ocorre todo ano. O lema proposto foi: “A mão de Deus une e liberta”(Ex 15,1-21).

Considerando a situação dos refugiados e refugiadas no mundo somos chamados à acolher estes irmãos e irmãs oferecendo a eles abrigo e segurança. A semana de oração pela unidade cristã orou para que cada vez mais possamos navegar no barco do ecumenismo para que assim nosso testemunho se fortaleça e possamos ser mais presença amorosa, misericordiosa e libertadora de Deus.

Em nossa Diocese de Bragança Paulista a Comissão para o Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso motivou a realização de diversas atividades ecumênicas durante esta semana. Ressaltamos que em praticamente todas as regiões pastorais, ao menos, uma paróquia estava diretamente envolvida.

Durante estes dias aconteceram noites de oração e momentos de formação e reflexão. Também aconteceram noites de oração em outras igrejas. Estes momentos foram marcados pelo desejo intenso de orarmos juntos e na graça de Deus deixar ser conduzidos e conduzidas.

Queremos agradecer ao Deus de Amor que é Pai, Filho e Espírito Santo que enviou em nós o Espírito do Filho que clama Abbá, Pai. É o Espírito do Filho que clama pela Unidade com o Pai, pois é seu desejo Que todos sejam Um.

É Cristo quem chama seus discípulos e discípulas a Unidade nos ensina São João Paulo II (Cf. Ut  unum sint, n. 1). Nós somos aqueles e aquelas que Ele nos envolve em seu amor-atração.

A Unidade que Ele quer gerar em nós se expressa na prática do amor fraterno, pois foi Ele mesmo quem nos ordenou: Amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Como eu vos amei, assim também deveis amar uns aos outros (Jo 13,34). E no versículo seguinte afirma: nisto todos reconhecerão que sois meus discípulos, se amardes uns aos outros. (Jo 13,35).

O Espírito que recebemos não é de temor e nem nos faz escravos antes é amor e a verdadeira liberdade em nós. E se em nós o Espírito do Filho clama Abbá, Pai! Então Ele mesmo age em vista da Unidade.

Deixemos envolver pelo amor de Deus em nós e assim testemunhemos seu amor procurando amar o próximo como a si mesmo e acima de tudo amemos, adoremos e por isso mesmo louvemos ao Senhor pois Ele faz em nós e em toda a Criação maravilhas.

Orar, cantar louvores, glorificar o Senhor, meditar sua Palavra juntos, obrar em nome do Senhor, oferecer solidariedade e agir com caridade movido por compaixão pelos pobres e excluídos é o jeito de cultivar uma espiritualidade ecumênica que nos comprometa cada vez mais em servir a Cristo no serviço do Reino.

Louvo e bendigo ao Senhor por nos chamar a viver ecumenicamente. Louvo pela vida dos membros da Comissão Diocesana para o Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso e pela vida dos pastores e os membros de suas igrejas. Louvo e bendigo ao Senhor por Dom Sérgio e os padres que demonstram apoio e incentivo para que possamos realizar esta missão. Louvo a Deus por todo o povo de Deus que abertos à tua ação vão compreendendo que ser ecumênico é viver o discipulado compreendido na prática do amor fraterno e na missão de cuidar da Casa Comum.

Que a mão de Deus continue a nos unir e nos liberte das correntes que escravizam nossas igrejas de mais amar e testemunhar Jesus através da prática do amor ao próximo num jeito de ser mais ecumênico. Que a mão de Deus nos una para que nossas igrejas sejam presença libertadora diante da realidade de opressão que faz com que milhares de irmãos e irmãs migrem. Que possamos buscar navegar cada vez mais juntos no barco do ecumenismo e a nos comprometer a acolher os barcos de milhares de irmãos refugiados e irmãs refugiadas que estão a migrar pelo mundo.

Que sejam Um!

Deus vos abençoe!

Pe. José Antonio Boareto

Assessor para a Dimensão do Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso da Diocese de Bragança Paulista.

© Copyright 2018. Desenvolvido por Cúria Online do Brasil