Dia Nacional de Ação de Graças

POSTADO EM 24 de Novembro de 2017

Dia Nacional de Ação de Graças

Image title


Ontem foi realizada em Bragança Paulista a 10ª edição do Dia Nacional de Ação de Graças. O evento foi organizado pelo movimento inter-religioso da Região Bragantina. A proposta deste ano foi "Agradecer é reconhecer que não conquistamos nada sozinhos".

Membros de diversas igrejas cristãs e outras religiões estavam presentes. A celebração iniciou-se com o momento cívico com a execução do hino nacional brasileiro e a apresentação do Tiro de Guerra de Bragança Paulista.

Em seguida cada grupo religioso apresentou um louvor em agradecimento pelo ano de 2017. As apresentações abrilhantaram a celebração. O grupo católico apresentou o Cântico das Criaturas de São Francisco de Assis, o grupo budista uma canção que convidava a uma interiorização, o grupo da Igreja Brasil para Cristo alguns louvores, o grupo do candomblé uma louvação a Oxalá e a Obatalá, o grupo da Igreja Maranatha um louvor acompanhado de coreografia.

Depois foram convidados os líderes representantes de cada igreja cristã e das outras religiões que deixaram sua mensagem por ocasião do Dia Nacional de Ação de Graças. As falas foram na direção da importância desta celebração como sinal da presença entre nós. Diante da realidade de intolerância religiosa que temos vivenciado em nosso país, este momento celebrativo é um gesto convidativo para que cada pessoa e cada membro das religiões ali representadas continuem a buscar cultivar uma cultura da paz.

Ao final da celebração inter-religiosa os líderes religiosos foram convidados a distribuir os pães que foram doados aos presentes. O gesto da entrega dos pães quis recordar a partir da experiência da fé cristã que compreende na oração do Pai Nosso o significado do próprio viver. Somos todos filhos e filhas do mesmo e único Pai e somos chamados a pedir e a buscar que o pão nosso de cada dia esteja em nossas mesas e de todos os que não tem.

O pão simboliza a paz, a vida doada e entregue no amor a Deus e ao próximo. A glória de Deus é o ser humano vivo. Somente um coração agradecido é capaz de reconhecer sua condição de criatura diante do Criador. Crer em Deus é crer no Amor. Somente amando poderemos ser capazes de partilhar o pão da paz, da solidariedade, da fraternidade entre nós.

No momento da entrega dos pães ouvia-se a oração de São Francisco e assim encerrou-se o Dia Nacional de Ação de Graças. Os líderes religiosos foram ao encontro das pessoas oferecendo os pães. Este pequeno gesto quis simbolizar que cada um que se faz instrumento da paz pode ser chamado de filho e filha de Deus. Bem aventurados os que promovem a paz porque serão chamados filhos de Deus.

Saibamos ser agradecidos e com o coração aberto acolhamos em nós a Paz e tendo a Paz em nós a levemos a este mundo que se torna cada vez mais intolerante, ignorante, cheio de ódio e violento. Só pode levar a Paz aquele que a traz consigo. Não há caminho para a Paz, a Paz é o caminho. Que a Paz esteja com vocês!

Pe. José Antonio Boareto
Assessor para a Dimensão do Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da Diocese de Bragança Paulista


© Copyright 2017. Desenvolvido por Cúria Online do Brasil