PRESÉPIO: SINAL ADMIRÁVEL DA NATIVIDADE DE JESUS

POSTADO EM 15 de Dezembro de 2020

Image title


PRESÉPIO: SINAL ADMIRÁVEL DA NATIVIDADE DE JESUS

O presépio representa o nascimento de Jesus, que com simplicidade e alegria anuncia o mistério da encarnação do Filho de Deus, e nos convida a nos unirmos a Ele, que se uniu a nós por amor. A origem do presépio é bíblica, no Evangelho de Lucas: completando os dias de Maria dar à luz “teve seu filho primogênito, que o envolveu em panos e colocou na manjedoura, por não haver lugar para eles na hospedaria” (2,7). Jesus é colocado na manjedoura, que em latim, se diz “presepium”, de onde vem a palavra presépio.


A origem do presépio é datada de novembro de 1223, em Gréccio, província de Riete, na Itália, próximo à Roma. A criação do presépio é de São Francisco, que passando pela região de Greccio encontrou um homem do lugar e pediu ajuda dizendo: “quero representar o Menino nascido em Belém, para de algum modo ver com os olhos do corpo os incômodos que ele padeceu pela falta das coisas necessárias a um recém- nascido, tendo sido reclinado na palha de uma manjedoura, entre o boi e o burro”. Assim nascia uma grande e inspiradora obra de evangelização para todos os tempos.


Ao longo da História vários sinais foram sendo colocados no presépio, atualizando-os em seus contextos. Por exemplo, o cenário de uma noite escura com um céu estrelado, simbolizando as noites escuras da vida, onde Deus vem nos iluminar; às vezes a gruta é substituída por casas em ruina, simbolizando a humanidade decaída, onde Jesus é o novo no meio de um mundo velho; há também nos presépios, montanhas, riachos, ovelhas e pastores, simbolizando aquilo que os profetas disseram: “toda criação participa da vinda do Messias”; os anjos e a estrela-guia simbolizam que todos devemos nos colocar a caminho para ir até a gruta, adorar o Senhor.


Todos os símbolos nos orientam para as figuras de Maria e José. Maria é a mãe que contempla o Menino e O mostra a quantos vêm visita-Lo. Ao lado de Maria, em atitude de quem protege o Menino e sua mãe, está são José. A figura do menino Jesus na manjedoura nos revela que “de fato a vida se manifestou” (1Jo 1,2). Deus, que se fez uma criança para nos revelar seu amor, na alegria e no encanta da vida que toda criança traz.


Neste ano de 2020, a humanidade esta vivendo em meio a essa pandemia. É possível entender que a pandemia é uma manifestação de uma doença que já estava presente em nós, a doença da autossuficiência, do relativismo, do cientificismo, do materialismo, do consumismo..., uma crise humanitária.


Parece-nos que Deus permitiu essa pandemia para nos chamar a atenção, de que precisamos de um novo começo, de uma nova humanidade, de um novo caminhar a se realizar, de um mundo novo, que cuide de toda forma de vida: uma ecologia integral.


Pensando assim, na Paróquia N.S. da Conceição Aparecida, em Socorro, foi criado o presépio desse ano, com o símbolo central de uma gruta escura mostrando a realidade deste ano que vivemos e dentro da gruta, Maria, José e o Menino, iluminando a gruta, a nos dizer que a celebração do natal desse ano não haverá tantas manifestações festivas, mas sim a oportunidade de um encontro pessoal e familiar com o Menino Deus, luz da humanidade, que nascerá trazendo mais amor em nossas vidas.


Feliz Natal a todos.



Pe. Nei de Oliveira Preto
Vigário Geral da Diocese de Bragança Paulista



Imagem Fonte: https://www.vaticannews.va/pt/igreja/news/2019-12/presepio-sinal-admiravel-falar-a-nossa-vida.html

© Copyright 2021. Desenvolvido por Cúria Online do Brasil